sábado, 12 de abril de 2008

talvez seja um sonho

Caramba,quase esqueci que tinha um blog....Peço desculpa aos possíveis leitores.Sabe como é né?!Um misto de preguiça,com a responsabilidade pendente de estudar pro vestibular,resulta no afastamento de alguma criatividade,as vezes ela aparece,mas não vinha aqui contar pra vocês....Enfim...


Essa história começa em um show,de uma banda não muito famosa,começo de carreira.Foi no dia seguinte ao aniversário de nosso personagem,ele já não esperava muita coisa,a não ser a presença de alguns amigos,que sempre o acompanhavam.Os shows daquela banda que foi durante muito tempo o melhor programa que se podia arranjar para ele,já não transmitiam tanta graça.
Naquele dia havia recebido um pé na bunda,mas não foi dos piores,para falar a verdade,foi um dos mais tranquilos,mais do que ele jamais pensara que podia acontecer.E havia decidido ficar quieto,na dele,aqueles momentos que damos a nós mesmos para reflexão,e às vezes crescimento espiritual.Se sentiu um pouco sozinho...pensou que podia achar alguém legal e conversar por um tempo,qualquer bobagem,rir um pouco.
O que só veio acontecer depois de algumas horas,uma amiga de um amigo,se mostrou bem disposta para tal conversa,que deve ter durado menos de dois minutos(o que pareceu para ele,quase um hora).E pensou que menina legal...pena que havia sumido.
Após um mês,mais ou menos,acabaram por se encontrar de novo.Em uma espécie de "colônia de férias" que dura um feriado.Conversavam,mas nunca a sós,ela tinha alguém.Ele buscava uma pessoa pra poder dividir o almoço,compartilhar minutos na internet,telefone ou até quem sabe,alguém para contar seus segredos.Ele sentia grande carinho por aquela moçoila,sempre alegre,sorridente,bonita e sabia que ela tinha algo parecido,no mínimo, por ele.Seria a alma perfeita para as necessidades daquele jovem.Porém não podia fazer nada.
Ele tinha apostado uma ficha errado,estava com uma outra garota,mas ela não era nada do que ele havia pensado.Nunca estava com ele,não conversavam,nem nada....e a menina com o brilho nos olhos,tinha também outro.
Mais um mês se passou,e se encontraram novamente,numa festa.E dessa vez foi mágica,digamos assim.Ambos se controlando para não correrem aos braços do outro,durante toda a festa.Dançaram,se divertiram,ele tentava se convencer de que ela não estava realmente afim,Ela só é legal,não posso,será?E a despedida foi fatal.Com um simples,e o mais prazeroso dos abraços ele acabou se rendendo.
No dia seguinte tentou dar todas as pistas de que ela precisava para saber que o havia conquistado,talvez até antes,entretanto só o foi perceptível naquele abraço.Ele arriscou tudo por aquela sensação que ela o havia causado,algo que ele jamais tinha sentido e sabia que valeria a pena,se fosse de verdade.Por mais estragos que causasse,por mais pessoas que se decepcionassem(devo explicar agora,que o namorado que a garota tinha,era amigo de nosso personagem,embora ela já não estivesse com ele por um mês,nosso protagonista sabia de seu sentimento ainda vivo por ela).E foi assim,se entregaram de alma e coração,e ele jamais vai esquecer como foi bom,e como aquela doce criatura marcou sua vida.


quero indicar um ótimo blog que visitei hoje:gabriellago.blogspot.com
visitem!=]

2 comentários:

marina disse...

Linda história de amor.

André disse...

E no meio da madrugada.